Minha lista de blogs

quarta-feira, 28 de março de 2012

DINÂMICAS PARA EVANGELIZAÇÃO

DINÂMICAS DA CAPACITAÇÃO CIJ FEEC EM 25/03/2012

1-ENCONTRE A METADE (Quebra-Cabeça de 2 peças)

Essa dinâmica pode ser aplicada para apresentação e divisão de turma.

Entregar as peças do quebra-cabeça aleatoriamente para que procurem seus pares. Após encontrarem a metade fazerem diálogo de apresentação e cada um apresenta o outro.

O Monitor pode dialogar sobre as individualidades explicando que cada peça é diferente mas que necessitam umas das outras para se complementarem, assim somos cada um de nós.

Importante: O número de participantes deve ser par.

2 – SORRISO MILIONÁRIO

Distribuir três bolinhas de papel amassadas em formato de bolas de gude (não pode abrir).

Todos circulam na sala e cada participante deve tentar fazer o outro rir através de mímicas, cada vez que conseguir fazer rir ganha uma bolinha de quem rir (não pode tocar nem empurrar, nem falar).

Ganha quem tiver mais bolinhas, ou seja quem mais fizer rir.

Pode ser trabalhado o orgulho, o egoísmo, a timidez, o respeito, as virtudes e inúmeras possibilidades de acordo com o assunto abordado.

3-PROBLEMA E SOLUÇÃO

Essa dinâmica funcionou muito bem com os Evangelizadores da Capacitação, mas para ser aplicada na turma deve ser adaptada.

Formamos duas filas (um de frente para o outro).Uma fila ficou coma OS PROBLEMAS e outra ficou com AS SOLUÇÕES (respostas).

Quem ficou com o problema tinha que anunciá-lo cantando (teria que criar sua canção e ritmo e anunciar o problema). A resposta era sempre cantada (músicas da MPB conhecidas por todos)

EXEMPLO:

PROBLEMA:

Como lidar com crianças problemas, se ainda somos imperfeitos e devemos ser tolerantes?

RESPOSTA SOLUÇÃO (MUSICADA)

Evangelize desperte consciências, não se intimide ilumine corações, o amor é lindo, venha promover, só depende de você.

VÍDEO:

http://www.youtube.com/watch?v=CTq-sR0gEcY

Para aplicar em turma deve ser previamente planejada em uma aula e aplicada somente na aula seguinte com jovens que já estiverem com um nível de integração bem avançado.

1ª FASE

Verificar com cada componente qual música que ele mais gosta que traz uma mensagem positiva (anotar nome e música para pesquisar, ele tem de saber cantar).

PROBLEMA

O monitor cria um problema relacionado à resposta daquela música.

2ª FASE

Prepara-se uma tirinha com o trecho da música e nome do componente e outra com o problema relacionado àquela resposta de forma que quem indicou a música seja quem irá cantá-la.

Cada componente ficará com um Problema e uma Solução.

O Problema deverá ser lido ou recitado ou ainda cantado em ritmo que quiser criar e a Solução será cantada por quem sugeriu a música.

Coloca-se os componentes em pares de frente um para o outro e entrega uma tirinha numerada para facilitar a resposta.

Trabalha-se a coordenação motora e a integração e habilidades artísticas.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Apresentamos a Turma JEAL de Sábado à Tarde!



Compareceram 14 jovens à JEAL TARDE – 17/03/2012

Adilson, Alessandro, Breno, Davi, Vitória, Geovane, Jéssica, Marcus Paulo, Mikaele, Rodrigo, Viviane, Wedson, Willame e Thais.

Vejam como foi realizada nossa atividade:

TEMA: O EVANGELHO NO LAR

OBJETIVOS ESPECÍFICOS PARA O EVANGELIZANDO:

Levar os jovens a compreenderem que culto do Evangelho é uma forma de reunir a família em torno de um objetivo comum. A comunhão familiar onde todos conversam, trocam idéias, falam de seus problemas, comentam suas atividades à luz dos ensinamentos de Jesus, representa o mais eficiente estímulo para o estreitamento das ligações afetivas, transformando o lar em porto de segurança e paz, com garantia de equilíbrio e alegria para todos.

CONTEÚDO DOUTRINÁRIO:

O Livro dos Espíritos e O Evangelho Segundo o Espiritismo.

TÉCNICAS

Peça Teatral

Jogo de perguntas e respostas

Exposição dialogada

Avaliação

RECURSOS

Dado

1 Venda

16:00 – ABERTURA – PEÇA TEATRAL “ O EVANGELHO NO LAR “

A peça foi apresentada para as crianças, jovens e mães que, após a peça, foram debater o assunto em suas salas.

A peça foi apresentada pelos Evangelizadores da CIJ Ave Luz, onde houve um diálogo fraterno entre os pais e os filhos e a realização do Culto do Evangelho no Lar.

PEÇA: O EVANGELHO NO LAR

Autoria: Rita de Cássia

NARRADOR – A família de Dona Juliana e seu Alfredo fazem os últimos preparatórios para a realização do Evangelho no Lar, enquanto aguardam a chegada do chefe da família. A mãe coloca o Evangelho sobre a mesa, enquanto os filhos trazem uma jarra com água e copos.

JULIANA – Pronto meus filhos, tudo está preparado para a realização do nosso evangelho de hoje, e enquanto aguardamos a chegado do seu pai, vamos procurar preparar-nos interiormente com bons pensamentos e vibrações positivas.

BRUNO – Mamãe, porque é tão importante a realização do Evangelho no Lar?

JULIANA – Porque quando nos reunimos para fazermos o Evangelho em nossa casa, entramos em contato com os planos superiores e as nossas preces funcionam como uma espécie de barreira contra as influências negativas que possam atingir-nos, e ,além disso, é o momento em que nos reunimos para aprendermos mais sobre os sublimes ensinamentos do Cristo.

PATRICIA – E porque sempre colocamos uma jarra com água sobre a mesa?

JULIANA – Para que os espíritos benfeitores, que nos assistem, possam fluidificá-la.

BRUNO – E há espíritos aqui mamãe? (assustado)

JULIANA – Sim meu filho, mas não há porque temê-los são espíritos bons que protegem nosso lar.

(Nisso chega o seu Alfredo, abraça fraternalmente a esposa e os filhos e dá início ao evangelho)

ALFREDO – Faz a prece inicial (música suave)

PATRICIA – Lê um pequeno trecho do evangelho (cap V 1 e 2 – Bem aventurados os aflitos)

(Segue um breve comentário por parte do pai ou mãe)

BRUNO – (Lê uma pequena mensagem espírita) (ora extraída do livro OPORTUNIDADE TODO DIA).

JULIANA – Encerra com a prece.

(Em seguida a mãe serve água fluidificada para todos os familiares.)

NARRADOR Lê a Mensagem de Joana De Angelis: Jesus Contigo do livro Meses de Amor psicografada por Divaldo Franco.

Elenco:

1-Juliana

2-Alfredo

3-Bruno

4-Patrícia

5-Narrador

Figurantes: Espíritos Protetores

MATERIAL:

Evangelho Segundo o Espiritismo

Mensagem Espírita

Jarra de água e copinhos

Uma Mesa com 4 cadeiras

CD Música Instrumental e Súplica a Jesus

Microfone e Caixa de Som

16:20 - CORREIO FRATERNO/ ANJO DA GUARDA

Criamos uma Caixa onde serão depositadas as mensagens dos jovens da tarde e noite e o monitor servirá de pombo correio entre as duas mocidades. Só valem as mensagens identificadas.

Colocar os nomes de todos os jovens presentes na sala em papéis pequenos e cada jovem sorteará um nome (tipo AMIGO SECRETO). Os jovens não deverão divulgar os nomes que sortearam. A partir daí o monitor deverá informar aos jovens que eles agora são o ANJO DA GUARDA do jovem que sortearam e terão a função de, com discrição, ir se aproximando dele ao longo dos meses do primeiro semestre, mandar mensagens no correio fraterno, ajudá-lo a se integrar com os demais jovens, animá-lo quando triste ou sozinho, etc... . Isso tudo sem revelar-se como anjo da guarda dele. A revelação de quem é o Anjo de quem será feita só na última aula do primeiro semestre. Ao monitor caberá manter viva a dinâmica, incentivando os jovens a "serem anjos" de seus "protegidos" ao longo do semestre.

16:30 – JOGO SOBRE A PEÇA APRESENTADA:

a. Dividir os participantes em dois grupos e pedir que escolham um nome para sua equipe

b. Explicar as regras do jogo: haverá um DADO com as seguintes opções: 1-Perguntas; 2- Pula a vez; 3- Pergunta para a outra equipe; 4- Curiosidades; 5 Provas; 6- Perguntas

c. Cada equipe joga o dado na sua vez, onde cair deverá realizar a atividade proposta. Cada pergunta ou prova realizada vale um ponto.

5 - PERGUNTAS

a)É preciso marcar dia e hora certa para realizar o Evangelho no Lar?

Sim, a fim de que os bons espíritos possam vir nos auxiliar (eles também têm compromissos e respeitam os horários).

b)Por que realizar o Evangelho no Lar? Traz proteção para o nosso lar e as pessoas que ali estão. Assim como colocamos sistemas de alarmes, grades, cerca elétrica para nos protegermos de irmãos infelizes, o Evangelho no Lar é a proteção espiritual de nossa casa, pois com o tempo e a evangelização de seus membros, só espíritos convidados pelos espíritos guardiões da casa entrarão em nosso lar e será com o objetivo de aprenderem o Evangelho e modificarem suas atitudes para melhor.


c) Como iniciamos o Evangelho no Lar? Com uma prece simples e espontânea, a fim de nos harmonizarmos.


d) Que livros usamos? Podemos usar o Evangelho Segundo o Espiritismo, ou um outro livro que tenha mensagens edificantes à luz do Evangelho de Jesus. Quando há crianças participando, deve-se usar histórias infantis que edifiquem, a fim de que elas possam entender a mensagem. Após a leitura fazer comentários a respeito do que foi lido. Na seqüência fazer as vibrações.

e)O que são vibrações? Vibrar é mandar boas energias, bons pensamentos para todos aqueles que necessitam (familiares, amigos, doentes, pessoas em dificuldades, presidiários, desempregados, alguém que está triste, pela paz entre os países).

f)O que é a magnetização de água? Magnetizar a água é colocar um pouco de água em um recipiente e solicitar, durante as vibrações, que os bons espíritos coloquem naquela água o remédio e os bons fluidos de que os participantes precisam naquele momento. A água pode ser tomada após a reunião ou durante a semana.

g) Como encerramos o Evangelho no Lar? Com uma prece simples e espontânea.

g) Pode transferir ou suspender a reunião em virtude de visita inesperada?

Não transferir ou suspender a reunião em virtude de visita inesperada, hóspedes (podendo-se convidá-los a participar da reunião), compromissos de última hora, etc.…

h)Quais os cuidados que devemos tomar ?

Tomar todo o cuidado para não criar polêmicas, acusações ou desvio para outros assuntos.

Obs.: podemos, também, fazer pedidos durante o Evangelho no Lar e a prece pode ser lida ou decorada, desde que feita com o coração.

6. PROVAS

a. Cantar uma música que tenha a ver com algum tema falado;

b. Tentar fazer alguém do outro grupo rir;

c. Imitar algum dos monitores ou algum participante

d. Imitar algumas personalidades espíritas para seu grupo adivinhar: Chico Xavier, Bezerra de Menezes, Divaldo Franco, Emmanuel,

d. Mímica de filme: Ghost, Nosso Lar, Sexto Sentido, Os outros, Chico Xavier, Amor Além da vida, A casa dos espíritos, O mistério da Libélula, Duas vidas.

e. Um dos membros ficará com os olhos vendados e através da ajuda de seus colegas, terá de encontrar algum objeto escondido na sala. A outra equipe poderá atrapalhá-lo.

7. CURIOSIDADES:

a. Por que os primeiros gritos da criança são de choro? (LE – 384)

– Para excitar o interesse da mãe e provocar os cuidados necessários. Não compreendes que, se ela só tivesse gritos de alegria, quando ainda não sabe falar, pouco se inquietariam com as suas necessidades? Admirai, pois, em tudo, a sabedoria da Providência.

b. Qual o motivo da mudança que se opera no seu caráter a uma certa idade, e particularmente ao sair da adolescência? É o Espírito que se modifica? (LE -385)

– É o Espírito que retoma a sua natureza e se mostra tal qual era.

c. Os Espíritos encarnam-se homens ou mulheres, porque se na vida espiritual não têm sexo ?

Como devem progredir em tudo, cada sexo, como cada posição social, oferece-lhes provas e deveres especiais e novas ocasiões de adquirir experiências. Aquele que fosse sempre homem, só saberia o que sabem os homens.

d. De onde vêm as semelhanças morais que existem às vezes entre os pais e os

filhos? (LE - 207-a)

– São Espíritos simpáticos, atraídos pela afinidade de suas inclinações.

e. A teoria das idéias inatas não é quimérica? (LE- 218-a)

– Não, pois os conhecimentos adquiridos em cada existência não se perdem; o Espírito, liberto da matéria, sempre se recorda. Durante a encarnação, pode esquecê-los em parte, momentaneamente, mas a intuição que lhe fica ajuda o seu adiantamento. Sem isso, ele sempre teria de recomeçar. A cada nova existência, o Espírito toma como ponto de partida aquele em que se achava na precedente.

16:15 – PRECE E AVISOS


Ø Proposta coletiva para o X JuventUDE5 A ARTE DE VIVER O ESPIRITISMO – JEAL ficou com a Oficina de Fotografia (dividir tarefas entre os jovens Tarde/Noite)

Apresentamos a Turma JEAL de Sábado à Noite!




Olá Amigos!

Apresentamos a Galera JEAL Noite!

Geysa, Alan Victor, Gustavo Maciel, Lindemberg, Paolla Adahra, Vinícius, Daniela, Glauciane,
Nídia e Yasmin.

A nossa atividade deste sábado (17/03/12) aconteceu em clima de muita descontração.

Logo no início fizemos uma dinâmica do Anjo da guarda e cada um ficou com um nome (como se fosse amigo oculto) para enviar vibrações positivas e enviar mensagens através do Correio Fraterno, que foi criado para que possamos nos integrar com a turma da Jeal Tarde.
TEMA: REENCARNAR PRA QUÊ?

OBJETIVOS ESPECÍFICOS PARA O EVANGELIZANDO:

Levar os jovens a compreenderem a reencarnação como instrumento necessário ao nosso aprendizado e como uma questão de justiça, dando a todos oportunidades iguais e a certeza de que só colhemos o que plantamos.

CONTEÚDO DOUTRINÁRIO:

* Da reencarnação (definição e objetivos);

* Justiça da reencarnação (estes, especificamente em L.E., Livro Segundo, cap. IV, itens I e II); e

* Limites e necessidade da reencarnação (estes, especificamente, no E.S.E, capítulo IV – Instruções dos Espíritos

TÉCNICAS

Música

Jogo de perguntas e respostas

Exposição dialogada

Avaliação

RECURSOS

SOM

Dado

07:00 – ABERTURA

CORREIO FRATERNO/ ANJO DA GUARDA

Criamos uma Caixa onde serão depositadas as mensagens dos jovens da tarde e noite e o monitor servirá de pombo correio entre as duas mocidades. Só valem as mensagens identificadas. Colocar os nomes de todos os jovens presentes na sala em papéis pequenos e cada jovem sorteará um nome (tipo AMIGO SECRETO). Os jovens não deverão divulgar os nomes que sortearam. A partir daí o monitor deverá informar aos jovens que eles agora são o ANJO DA GUARDA do jovem que sortearam e terão a função de, com discrição, ir se aproximando dele ao longo dos meses do primeiro semestre, mandar mensagens no correio fraterno, ajudá-lo a se integrar com os demais jovens, animá-lo quando triste ou sozinho, etc... . Isso tudo sem revelar-se como anjo da guarda dele. A revelação de quem é o Anjo de quem será feita só na última aula do primeiro semestre. Ao monitor caberá manter viva a dinâmica, incentivando os jovens a "serem anjos" de seus "protegidos" ao longo do semestre.

07:10 - MÚSICA


Reencarnação (para introduzir o tema)

REENCARNAÇÃO

Grupo BEM

Já parou pra refletir
O que você faz aqui
De onde veio pra onde vai

E se estamos aqui
Vamos todos nos unir
Pro mundo melhorar mais

Muitos mundos, muitas vidas
Muitas voltas, muitas idas
É o caminho que se faz

E se nessa não deu certo
Você pode estar certo
Deus te deu uma chance a mais

Reencarnação
Questão de justiça

Se você errou aqui
Volta pra reconstruir
Tudo que ficou pra trás

07:20 - SOCIALIZAÇÃO

Conversar sobre a música (forma de saber como andam os conhecimentos deles).

07:40 - JOGO DA REENCARNAÇÃO

Divisão dos sub-grupos e articulação para participação no jogo.

a. Dividir os participantes em dois grupos e pedir que escolham um nome para sua equipe

b. Explicar as regras do jogo: haverá um DADO com as seguintes opções: 1-Perguntas; 2- Pula a vez; 3- Pergunta para a outra equipe; 4- Curiosidades; 5 Provas; 6- Perguntas

c. Cada equipe joga o dado na sua vez, onde cair deverá realizar a atividade proposta. Cada pergunta ou prova realizada vale um ponto.

5. PERGUNTAS

a. A alma que não atingiu a perfeição durante a vida corpórea, como acaba de

depurar-se? (per. 166, LE)

- Submetendo-se à prova de uma nova existência.

b. O número das existências corpóreas é limitado, ou o Espírito se reencarna

perpetuamente? (LE – 168)

- Não A cada nova existência o Espírito dá um passo na senda do progresso; quando se despojou de todas as suas impurezas, não precisa mais das provas da vida corpórea.

c. Qual é a finalidade da reencarnação? (LE - 167)

- Expiação, melhoramento progressivo da humanidade. Sem isso, onde estaria a

justiça?

d. O número das encarnações é o mesmo para todos os Espíritos? (LE – 169)

- Não. Aquele que avança rapidamente poupa-se das provas. Não obstante, as

encarnações sucessivas são sempre muito numerosas, porque o progresso é quase

infinito.

e. Em que se transforma o Espírito, depois da sua última encarnação? (LE – 170)

– Espírito bem-aventurado; um Espírito puro.

f. Porque a Reencarnação é uma questão de justiça? (LE – 171)

- Todos os Espíritos tendem à perfeição, e Deus lhes proporciona os meios de consegui-la com as provas da vida corpórea. Mas, na sua justiça, permite-lhes realizar, em novas existências, aquilo que não puderam fazer ou acabar numa primeira prova.

g. O Espírito que anima o corpo de uma criança é tão desenvolvido quanto o de um adulto? (LE – 379)

– Pode mesmo ser mais, se ele mais progrediu, pois são apenas os órgãos imperfeitos que o impedem de se manifestar. Age de acordo com o instrumento de que e serve.

h. Qual é, para o Espírito, a utilidade de passar pela infância? (LE -383)

– Encarnando-se com o fim de se aperfeiçoar, o Espírito é mais acessível, durante esse tempo, às impressões que recebe e que podem ajudar o seu adiantamento para o qual devem contribuir os que estão encarregados da sua educação.

i. Dois seres que se conheceram e se amaram, podem encontrar-se noutra existência corpórea e se reconhecerem? (LE – 386)

– Reconhecerem-se, não, mas serem atraídos um pelo outro, sim; e freqüentemente as ligações íntimas, fundadas numa afeição sincera, não provêm de outra causa. Dois seres se aproximam um ao outro por circunstâncias aparentemente fortuitas, mas que são o resultado da atração de dois Espíritos que se buscam através da multidão.

j. De onde vem a repulsa instintiva que se experimenta por certas pessoas, à

primeira vista? (LE – 389)

– Espíritos antipáticos, que se percebem e se reconhecem, sem se falarem.

l. Por que o Espírito encarnado perde a lembrança do passado? (LE- 392)

– O homem nem pode nem deve saber tudo; Deus assim o quer, na sua sabedoria. Sem o véu que lhe encobre certas coisas, o homem ficaria ofuscado, como aquele que passa sem transição da obscuridade para a luz. Pelo esquecimento do passado ele é mais ele mesmo.

6. PROVAS

a. Cantar uma música que tenha a ver com algum tema falado;

b. Tentar fazer alguém do outro grupo rir;

c. Imitar algum dos monitores ou algum participante

d. Imitar algumas personalidades espíritas para seu grupo adivinhar: Chico Xavier, Bezerra de Menezes, Divaldo Franco, Emmanuel,

d. Mímica de filme: Ghost, Nosso Lar, Sexto Sentido, Os outros, Chico Xavier, Amor Além da vida, A casa dos espíritos, O mistério da Libélula, Duas vidas.

e. Um dos membros ficará com os olhos vendados e através da ajuda de seus colegas, terá de encontrar algum objeto escondido na sala. A outra equipe poderá atrapalhá-lo.

7. CURIOSIDADES:

a. Por que os primeiros gritos da criança são de choro? (LE – 384)

– Para excitar o interesse da mãe e provocar os cuidados necessários. Não compreendes que, se ela só tivesse gritos de alegria, quando ainda não sabe falar, pouco se inquietariam com as suas necessidades? Admirai, pois, em tudo, a sabedoria da Providência.

b. Qual o motivo da mudança que se opera no seu caráter a uma certa idade, e particularmente ao sair da adolescência? É o Espírito que se modifica? (LE -385)

– É o Espírito que retoma a sua natureza e se mostra tal qual era.

c. Os Espíritos encarnam-se homens ou mulheres, porque não têm sexo. Como devem progredir em tudo, cada sexo, como cada posição social, oferece-lhes provas e deveres especiais e novas ocasiões de adquirir experiências. Aquele que fosse sempre homem, só saberia o que sabem os homens.

d. De onde vêm as semelhanças morais que existem às vezes entre os pais e os

filhos? (LE - 207-a)

– São Espíritos simpáticos, atraídos pela afinidade de suas inclinações.

e. A teoria das idéias inatas não é quimérica? (LE- 218-a)

– Não, pois os conhecimentos adquiridos em cada existência não se perdem; o Espírito, liberto da matéria, sempre se recorda. Durante a encarnação, pode esquecê-los em parte, momentaneamente, mas a intuição que lhe fica ajuda o seu adiantamento. Sem isso, ele sempre teria de recomeçar. A cada nova existência, o Espírito toma como ponto de partida aquele em que se achava na precedente.

08:15 – AVISOS/PRECE

Ø Proposta coletiva para o X JuventUDE5 A ARTE DE VIVER O ESPIRITISMO – JEAL ficou com a Oficina de Fotografia (dividir tarefas entre os jovens Tarde/Noite)

sexta-feira, 16 de março de 2012

CORREIO FRATERNO NA JEAL


Estamos criando o Correio Fraterno no intuito de integrar a JEAL tarde e JEAL noite.

Então galera da JEAL, enviem mensagens de otimismo e solidadriedade para os jovens e Evangelizadores da Infância Espírita Ave Luz e Juventude Espírita Ave Luz!